Barata Cichetto: Poeta, Escritor, Webdesigner, Editor
Todos os Textos Publicados Têm Direitos Autorais Registrados no E.D.A.
Reprodução Proibida!

segunda-feira, janeiro 30, 2012

Idéias São à Prova de Que Mesmo???


Idéias podem ser à prova de balas, mas não a prova de falta de dinheiro, compreensão e participação! Obrigado aos amigos, pouquíssimos, que participaram e à grande maioria de omissos e desinteressados, tenho apenas a falar: obrigado por mostrarem - eu queria mesmo estar enganado -, que coisas relacionadas à cultura não interessam mais, e que o egoísmo, a vaidade e a preguiça são o trinômio divino que rege a humanidade. E jamais escrevam bobagens nas redes sociais reclamando da falta de cultura. Deixem de ser hipócritas. Façam o seguinte: paguem 500, 1.000 reais para o show do Roger Waters... Ou do Belo, eu pouco me importo... E sejam felizes! Eu tentei, dei meu tempo, dinheiro, trabalho, criatividade e suor. Tentei criar um espaço onde as pessoas pudessem participar de forma ativa e criativa. Mas fiquei bradando no deserto feito um imbecil, sonhador... Sinto agora a falta de um órgão essencial, sinto a falta de mim mesmo... Prefiro matar agora meu sonho a deixar que anorexia o transforme numa massa disforce.  E quanto às minhas idéias, elas continuarão a brotar, continuarão a ser vomitadas... Mas apenas aprendo a lição. Mais uma lição de uma faculdade cujo único diploma é a certidão de óbito, a Faculdade da Vida: meu sonho, mesmo que possa envolver a humanidade, é apenas meu. E ninguém, vai mesmo compartilhar dele. Obrigado pela sua audiência! E descansem em paz!

Luiz Carlos Barata Cichetto 
30/01/2012
"Suas idéias sucumbiram à vocação de decorar estantes, pois é para isso que se investe nas idéias dos outros: para decorar nossas estantes pessoais. Mas geralmente não pagamos para entrar em guerra." - Dr. André Bressan (Publicado no Facebook, a respeito).
"Declaração de Propósitos" da KFK Webradio: 
"Estão abertas as portas da percepção, estão criados os caminhos e as formas. Os meios justificam os fins, e estes por si próprios se justificam. Sem rodeios, sem cavalos, sem nomes. Rótulos são para produtos, abjetivos para dicionários. Abrimos as porteiras para que estoure a boiada cega, surda e muda. Lágrimas são para covardes e hipócritas, risos para os tolos. A arte busca a liberdade e dela se alimenta, da necessidade nasce o artista mas não a puta. Da paixão nasce a vida, e da morte a mentira. Do desejo é que nasce o sonho e dele é que a vida se alimenta. Declaro neste momento, 1º de Abril de 2011, inaugurada a KFK Webradio: interrogações, mutações, metamorfoses e um pouco de música sem rótulos. "





6 comentários:

  1. Aqui é assim mesmo...sociedade hipocrita ....mas enfim....fazemos parte dela....infelizmente....isso é só uma fase.....logo vai passar porque vc é inteligente e esperto e vai acabar encontrando uma soluçao pra tudo.....fique em paz.....Delma Mattos.

    ResponderExcluir
  2. A resistência cultural, ainda é uma luta inglória! Mas não queremos a gloria, queremos compartilhar com amigos os fiapos de nossos pensamentos! Seja aqui, ali ou no quintal do inimigo, sempre seremos da resistência!

    ResponderExcluir
  3. A KFK voou nas asas da grauna, Barata !!

    Deixará uma marca naqueles que tiveram o pra\er de senti-la , como eu, apesar do pouco tempo que tive para desfrutar...

    Força sempre !!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado às pessoas que deixaram suas mensagens aqui e no Facebook e Twitter, particularmente aos amigos André Luis e Sidnei. A KFK pode estar morta, mas suas idéias... São mesmo à prova de balas! E o tempo ainda não acabou...

      Excluir
  4. Uma pena cara , o programa era foda...O que precisar conte sempre com o Uganga, abrax!

    ResponderExcluir

Respeite o Direito do Autor e Não Esqueça de Deixar um Comentário. É Importante o Retorno, o Sentimento do Leitor.