Barata Cichetto: Poeta, Escritor, Webdesigner, Editor
Todos os Textos Publicados Têm Direitos Autorais Registrados no E.D.A.
Reprodução Proibida!

domingo, julho 29, 2012

O Colecionador (2)


O Colecionador (2)
Luiz Carlos Barata Cichetto

Sou um colecionador. Coleciono angústias, paranoias, frustrações. Coleciono também contas a pagar, poesias escritas em pedaços de papel que nunca irão ler. Sou um colecionador. E também coleciono desamores e incompreensão, estas as peças mais coloridas e doloridas de minha coleção.

Um dia colecionei selos, discos, livros... Tantas coisas que nem cabiam dentro de casa... E aí sai de casa e deixei minha coleção àqueles que tinham a mim como apenas uma das peças empoeiradas de sua coleção. Fui colecionar copos de bebidas, mas nunca os tinha tão cheios que pudessem ser colecionados. E colecionei bebedeiras e amantes bêbadas e dopadas de remédios e drogas. Colecionei tristezas também, porque ninguém coleciona noites sem acordar de ressaca de decepção. Coleção de dores de cabeça, no corpo e na alma. Foi justamente nessa época que aumentou, e muito, minha coleção de dentes quebrados, ossos partidos, mordidas, beijos, chupadas e cicatrizes.

E também colecionei teimosias, medos, receios. Nem cabia na minha estante de colecionador. E todas essas coleções foram catalogadas em forma de poemas, contos, cartas, crônicas. Disseram que eu era um poeta e, portanto tinha que colecionar de tudo, mas a maior coleção que tem um poeta é a de nada. Uma imensa coleção de "nadas".

E comecei então a colecionar letras, depois palavras, transformando a elas em enormes coleções de versos. E juntando minhas coleções particulares de "nadas" às públicas de letras, palavras e versos, terminei como um dos maiores colecionadores de sonhos que a humanidade conheceu.

29/07/2012 – 4:56 da Manhã

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Respeite o Direito do Autor e Não Esqueça de Deixar um Comentário. É Importante o Retorno, o Sentimento do Leitor.