Barata Cichetto: Poeta, Escritor, Webdesigner, Editor
Todos os Textos Publicados Têm Direitos Autorais Registrados no E.D.A.
Reprodução Proibida!

segunda-feira, julho 30, 2012

Sobre Um Punhal Enfiado na Garganta de Um Cão



Sobre Um Punhal Enfiado na Garganta de Um Cão
Luiz Carlos “Barata” Cichetto

Hei psiu! Chega mais perto do monitor! Quero lhe contar uma história interessante. É, chega perto! A letra é um pouco miúda? A porta está aberta? Então fecha! Presta atenção, é uma história um tanto complicada, mas acredito que conseguirei contar desde que o telefone e a campainha não toquem. Ok, ok, apóie o antebraço sobre a mesa, puxe a cadeira mais perto. Ler no monitor é complicado, né?! É não dá para dobrar a ponta da página quando quer interromper, nem riscar as frases interessantes. É não tem muito jeito. Querendo saber o que eu quero lhe contar é a única forma. É uma merda ter que ficar puxando a maldita barra de rolagem quando quer ir ao parágrafo seguinte, era mais fácil virar a página e pronto! Nem dá pra botar o computador debaixo do braço e continuar a ler no ônibus a caminho do trabalho. Maldito computador! Cheiro de papel e tinta de impressão é uma delicia, né? Mas tudo bem, presta atenção no que quero lhe contar. É uma história bem interessante. Ao menos acho que é! Não atende o telefone agora, não. Jantou? Almoçou? Então... Diga apenas uma coisa, com tanto texto de humor por aí e você vem bem num site desses? Ah, sei, agora é seu momento de intelectual! As piadas e as fotos eróticas você já viu e leu né?! Tudo bem, ninguém é de ferro e aqui também você não precisa se sentir um imbecil e comprar um monte de jornal só pra ter a desculpa para comprar uma revista erótica. Basta digitar o endereço e pronto: piadas, fotos, filmes... Mas a história... Que saco ler no computador. Computador não foi feito para se colocar texto. Pára de brincadeira, presta atenção! Ah, não sei, não... Acho que você não vai querer escutar minha história... É uma coisa meio pesada sobre filosofia... "Filosofia", você deve estar pensando. "Mas isso aqui não é lugar de filosofia." Tá bom, vou contar outra história... Falar sobre o que? Ah, se você pudesse me dizer sobre o que gostaria de ler, eu bem poderia escrever sobre o que você quer ler. Mas você fica ai, parado na frente desse maldito computador e eu aqui, tentando escrever alguma coisa que possa lhe chamar a atenção. Afinal pulso telefônico é caro e seu tempo é curto. E fico eu aqui te enrolando e não sai texto porcaria nenhuma... Escrever para a Internet, escrever na Internet, escrever sobre a Internet. Que lindo! Preferia falar sobre meu sonho de ontem à noite... Mas ontem à noite eu nem dormi. Então o que seria aquilo? ... Bom, deixa pra lá, acho que você não está minimamente interessado naquilo que eu quero lhe contar. Afinal tem tanto lugar com fotos de mulheres peladas e piada... Tá ok. Então vai dormir, vai! Amanhã você volta aqui e te conto minha história.


N.A. Este texto foi escrito em  9/1/2001, portanto, antes da demolição da Internet com o surgimento das redes sociais....




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Respeite o Direito do Autor e Não Esqueça de Deixar um Comentário. É Importante o Retorno, o Sentimento do Leitor.