Barata Cichetto: Poeta, Escritor, Webdesigner, Editor
Todos os Textos Publicados Têm Direitos Autorais Registrados no E.D.A.
Reprodução Proibida!

quinta-feira, outubro 04, 2012

Entre o Vão e a Plataforma

Entre o Vão e a Plataforma
Barata Cichetto
Foto: Camila Feltrin (http://www.mobilize.org.br)

Trabalho aos domingos, que sou um ser humano
Durante a semana, pois sou um poeta suburbano
Apanho o trem lotado de esperanças e cansaços
Sem cair no vão entre a plataforma e seus braços.

A condutora falando: "próxima estação esperança"
E não sonhe de olhos abertos "para sua segurança"
Mas trabalho aos domingos e na segunda eu acordo 
Com a máquina rugindo “é proibido comer a bordo”.

Olho o relógio, o calendário e lembro do que tinha

Pensando que poesia nunca chega ao final da linha
Dentro do trem é “proibido o comércio ambulante”
Pois não sabem o que é ser uma espuma flutuante.

Dorme a estação e até os trilhos sobre os dormentes

As escuras o trem, apagados seus olhos de serpente
E eu que não fecho meus olhos a noite, poeta reflito
Que não existe um trem seguro a um coração aflito.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Respeite o Direito do Autor e Não Esqueça de Deixar um Comentário. É Importante o Retorno, o Sentimento do Leitor.