Barata Cichetto: Poeta, Escritor, Webdesigner, Editor
Todos os Textos Publicados Têm Direitos Autorais Registrados no E.D.A.
Reprodução Proibida!

terça-feira, janeiro 08, 2013

Detesto Bêbados e Poetas


Detesto Bêbados e Poetas
Barata Cichetto

Detesto bares e outros lugares repletos de bêbados insolentes
E poetas que rabiscam poemas em papel e limpam as lentes
A bunda com o dedo, sujando de bosta paredes do banheiro
Depois vomitam na calçada e bolinam putas ser dar dinheiro.

Detesto bares cheios de bebados porcos e indecentes
E dos poetas que acreditam no silencio dos inocentes
Nojentos bêbados e poetas que sonham com a morte
E acreditam que ressaca lhes trará uma melhor sorte.

Detesto aos poetas e bêbados que não sabem ser decentes
Bebidas não fazem poetas e venenos não fazem serpentes
A morte não ama bêbados nem poetas, odeia hipocrisia
Justa é ela, quanto a bebida, as madrugadas e a poesia.

Detesto tolos poetas, bêbados com suas caras de doentes
Todos rindo e brigando, sem pensar em tratar dos dentes
Quantas poesias cabem dentro da garrafa de cachaça?
Tantas quantas cabem dentro de sua própria desgraça?

08/01/2013

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Respeite o Direito do Autor e Não Esqueça de Deixar um Comentário. É Importante o Retorno, o Sentimento do Leitor.