Barata Cichetto: Poeta, Escritor, Webdesigner, Editor
Todos os Textos Publicados Têm Direitos Autorais Registrados no E.D.A.
Reprodução Proibida!

quarta-feira, janeiro 09, 2013

Entre a Festa e a Fresta

Entre a Festa e a Fresta
Barata Cichetto



Espreito a festa pela fresta da porta dos fundos
É tão estreito o caminho entre os dois mundos.
Perdi a jornada, do pão a fornada, de resto não presto
Fui feto, desafeto e infecto e nem lembro mais do resto.

Espreitar pela fresta, esperar pela festa, ser achado
E agora José, o que resta? Empresta o seu machado!

E, escritor que desconhece regras de gramáticos imundos
Acredito na existência de deusas e outros seres rotundos.
Tenho livros na estante, mas tem um que nunca empresto
Sou poeta não banqueiro, leio o que gosto e o que detesto.

E ao espreitar pela fresta, resta esperança morta
De esperar pela festa ou espreitar atrás da porta.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Respeite o Direito do Autor e Não Esqueça de Deixar um Comentário. É Importante o Retorno, o Sentimento do Leitor.