Barata Cichetto: Poeta, Escritor, Webdesigner, Editor
Todos os Textos Publicados Têm Direitos Autorais Registrados no E.D.A.
Reprodução Proibida!

quinta-feira, janeiro 17, 2013

Facebook


Facebook
Barata Cichetto

E então as nossas insonias se abraçam saudosas
Somos companheiros, longe de idéias maldosas
Bebemos juntos pelas mesas de bar sem calçadas
Agradecendo a santos por desgraças alcançadas.

E então a sua insônia abraça a minha e falamos
Sobre a falta de dormir e sobre o que sonhamos
Mesas estão na rua, bebidas escorrendo à sarjeta
E agradecemos a santos por nos dar uma gorjeta.

Sua insônia, minha insônia, nos juntamos na saudade
Daqueles tempos de putaria, Rock'n'Roll e de maldade
Deixamos de acreditar em anjos e em seus antônimos
E somos apenas desconhecidos num mar de anônimos.

Um dia fomos poetas, e agora meras relíquias de barro
Nunca santos nem patetas e o que nos resta é o escarro
Nossas insônias se abraçam e desligamos o computador
E acordamos mesmo sem dormir ao tocar o despertador.

16/01/2013

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Respeite o Direito do Autor e Não Esqueça de Deixar um Comentário. É Importante o Retorno, o Sentimento do Leitor.