Barata Cichetto: Poeta, Escritor, Webdesigner, Editor
Todos os Textos Publicados Têm Direitos Autorais Registrados no E.D.A.
Reprodução Proibida!

sexta-feira, março 01, 2013

A Idéia e a Sombra


A Idéia e a Sombra
(A uma amiga de nome Joanna)
Barata Cichetto

Eu que passo madrugadas inteiras de insônia perversa
A travar monólogos com sombras e diálogos com idéias
Acabo confuso sobre o que uma fala e a outra versa
E misturo musas com Medusas, deusas com Medeias.

Afobado, ainda pergunto da origem daquelas substâncias
E longe de equilibrar, a simbiose das coisas causam medos
Então busco, desde outras eras, em recônditas reentrâncias
A origem das idéias, das sombras e seus cósmicos segredos.

Há tempos deixo de buscar no alheio inspiração a meu verso
Preferindo nas sombras e nas idéias encontrar meu Universo
E ainda que na noite, martírio de doutas e insanas criaturas
Encontro a prostituídos e monótonas corujas em ruas escuras.

Agora por fim pergunto, em um turbilhão de vocábulos acres
De onde vem a sombra, a idéia e os venábulos dos massacres
E tenho apenas o silêncio ígneo a queimar a carne exausta
E a certeza de que a idéia é apenas pobre sombra infausta.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Respeite o Direito do Autor e Não Esqueça de Deixar um Comentário. É Importante o Retorno, o Sentimento do Leitor.