Barata Cichetto: Poeta, Escritor, Webdesigner, Editor
Todos os Textos Publicados Têm Direitos Autorais Registrados no E.D.A.
Reprodução Proibida!

quinta-feira, abril 04, 2013

O Olhar da Medusa

O Olhar da Medusa
Barata Cichetto

Quero estar desnudo a frente desse olhar temudo
Pelado e tarado, um tanto cego e um outro mudo
Apenas de poesia trajado e portanto quase surdo.

E quero cair de boca totalmente desequilibrado
Poesia em riste, pau duro de poeta endiabrado
Devorando seu desejo feito monstro apudorado.

Desejo comer-te as palavras e devorar teu medo
Feito uma rajada de vento deflorar seu arvoredo
E decerto ser seu maior erro mantido em segredo.

E eu que sou o monstro por pesadelos transpirado
Desperto agora diante de seu olhar desesperado
Sem entender tanto desejo por um olhar inspirado.

Busco em dicionários a tradução literal de tesudo
A vulgaridade do tesão eu procuro em quase tudo
O cavalo baio de cascos largos, teúdo e manteúdo.

E nem sei por que acordei pensando em tal sentido
Sabendo que desejo guardado é um beijo mentido
E um olhar silencioso emudece um poeta ressentido.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Respeite o Direito do Autor e Não Esqueça de Deixar um Comentário. É Importante o Retorno, o Sentimento do Leitor.