Barata Cichetto: Poeta, Escritor, Webdesigner, Editor
Todos os Textos Publicados Têm Direitos Autorais Registrados no E.D.A.
Reprodução Proibida!

sexta-feira, maio 17, 2013

"Essa Coisa Obscura, Que Chamamos de Vida" - Em Memória de Paulo de Tharso


"Essa Coisa Obscura, Que Chamamos de Vida" (*)
Em Memória de Paulo de Tharso
Barata Cichetto

(*) Trecho do poema "Oração", último publicado por Paulo de Tharso em seu blogue, em 14/05/2012, precisamente um ano antes de sua morte 

Sinto-a chegar perto e interesseira feito puta ao dinheiro
Lábios doces, carícias e uma rápida trepada no banheiro
E ela chega perto demais de quem a tem em tanto temor
Perto o suficiente de quem a odeia tanto feito um tumor.

Sinto-a chegar, e ela carregou muitos de meus amigos
Perto o bastante para carregar aos novos e os antigos
Carregando nas mãos um par não de foices ou adagas
Mas um par de gestos torpes e outro de doces chagas.

Sinto-a chegar, tão perto que estremece a toda aldeia
E sem parar, com os pés enormes caminha e incendeia
Sem deixar de queimar nenhum dos seres ainda viventes
E à sua sanha não existem feridos, não há sobreviventes.

Sinto-a chegar a todos sem distinção de cor ou de raça
A todos chega, de padres da igreja a mendigos da praça
E tão mais perto, mais o desespero toma conta de mim
Com a tristeza de saber que a sua chegada é o meu fim.

16/05/2013

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Respeite o Direito do Autor e Não Esqueça de Deixar um Comentário. É Importante o Retorno, o Sentimento do Leitor.