Barata Cichetto: Poeta, Escritor, Webdesigner, Editor
Todos os Textos Publicados Têm Direitos Autorais Registrados no E.D.A.
Reprodução Proibida!

domingo, maio 19, 2013

Não Perturbe os Mortos


Não Perturbe os Mortos
Barata Cichetto

Acaso amanhã de manhã cedo eu não acorde
Tome sozinha seu café e depois pinte ou borde
Imagine que estou bem, e que é apenas o cansaço
E nem precisa dar-me um beijo, mesmo um abraço
Deixe que eu esteja quieto e nem chame por ninguém
Não perturbe aos bombeiros, deixe-os dormir também
E não grite pela senhoria, e não implore por socorro
Deixe-me deitado, sozinho e quieto enquanto morro.

19/05/2013

2 comentários:

  1. a morte é mais como a esperada paz que o fim de tudo.
    bacana.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não há paz na morte, Giovani. Não há nada! E o nada não é a paz!

      Excluir

Respeite o Direito do Autor e Não Esqueça de Deixar um Comentário. É Importante o Retorno, o Sentimento do Leitor.