Barata Cichetto: Poeta, Escritor, Webdesigner, Editor
Todos os Textos Publicados Têm Direitos Autorais Registrados no E.D.A.
Reprodução Proibida!

quarta-feira, maio 01, 2013

Velhos Safados e Rosas Roxas


Velhos Safados e Rosas Roxas
Barata Cichetto


Não, eu não quero enganar a morte trepando aos oitenta anos
Com uma garota de vinte. Para enganá-la tenho outros planos
Tal ato é patético e idiota e eu estaria enganando não a morte
Mas eu mesmo, pensando que ainda sou um homem de sorte
Quanto a garota de vinte, com ela também teria muito a fazer
Do que apenas enfiar-lhe o meu pinto e lhe dar o meu prazer.

Os velhos ficam tolos e acham que podem enganar o seu fim
Mas poderiam brincar de plantar rosas vermelhas no jardim
Ficam pensando nos prazeres eróticos, em meras lembranças
Enquanto poderiam alimentar com flores as suas esperanças
E não, eu não quero enganar a ninguém trepando aos oitenta
Quero plantar rosas roxas na buceta de uma puta de quarenta.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Respeite o Direito do Autor e Não Esqueça de Deixar um Comentário. É Importante o Retorno, o Sentimento do Leitor.