Barata Cichetto: Poeta, Escritor, Webdesigner, Editor
Todos os Textos Publicados Têm Direitos Autorais Registrados no E.D.A.
Reprodução Proibida!

terça-feira, outubro 29, 2013

The Black Angel's Death - Sad Song



2 comentários:

  1. Belo e profundo.

    Num momento de homenagens ocas e fãs de ocasião e de falsas surpresas.

    O pesar pelo peso da perda.

    ***

    Eis o lado Barata Cichetto de Lou Reed:

    EU QUERO SER NEGRO
    (I wanna be black)

    Eu quero ser negro
    Ter ritmo por natureza
    Esporrar a seis metros de distância, também
    E foder os judeus
    Eu quero ser negro
    Quero ser um Pantera
    E ter uma namorada chamada Samantha
    E um harém de putas gostosas
    Ooh, eu quero ser negro
    Não quero mais ser um porra de um universitário de classe média
    Só quero ter um harém de putinhas gostosas

    Eu quero ser negro
    Quero ser que nem o Martin Luther King
    E levar um tiro na primavera
    Guiar uma geração inteira
    E foder os judeus

    Eu quero ser negro, quero ser como o Malcolm
    E rogar praga sobre o túmulo do Presidente Kennedy
    E ter um pau grande, também

    Não quero ser mais um porra de estudante universitário de classe média

    Só quero ter um harém de putinhas gostosas
    Yeah, yeah, eu quero ser negro.



    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Meu amigo Genecy! Delirando acá com essa viagem.. O "Lado Barata Cichetto de Lou Reed".. Ah, cuidado com as reprimendas... Os fãs podem não gostar disso... Mas, falando sério, é tudo aquilo que temos falado sobre "convergências" - esse é o termo que uso para explicar determinadas coisas que as pessoas comuns (exato, sou incomum) dariam o nome de coincidência ou deus, qualquer coisas dessas. E o que me deixa mais triste e preocupado é saber que as pessoas incomuns (exato, Lou Reed era incomum) estão morrendo, estão sumindo... O que percebo é que, embora ainda exista uma certa, muito pequena quantidade, de pessoas com essa verve, são fracos, não se sustentarão com o tempo. São moleques deslumbrados querendo hora ser Lou Reed, outra querendo ser Glauco Mattoso. Poucos, entretanto, sobreviverão às dificuldades de ser assim. E ai? Obrigado, caríssimo amigo por colocar a mim, apenas um ser incomum tal como você mesmo e a Lou Reed numa mesma "oração".

      Excluir

Respeite o Direito do Autor e Não Esqueça de Deixar um Comentário. É Importante o Retorno, o Sentimento do Leitor.