Barata Cichetto: Poeta, Escritor, Webdesigner, Editor
Todos os Textos Publicados Têm Direitos Autorais Registrados no E.D.A.
Reprodução Proibida!

quarta-feira, julho 22, 2015

Ler é Locomotiva, Escrever é Vagão

Ler é Locomotiva, Escrever é Vagão
Barata Cichetto
Foto: Barata Cichetto - Estação da Luz - SP

"Todo el día deprimido, pero escribiendo y leyendo como una locomotora." Frase do romance "Los detectives salvajes", do Roberto Bolaño.

Escrever, escrever, escrever. Como se fosse a ultima prece de um condenado. Escrever, escrever como se fosse a ultima refeição, o ultimo suspiro, a ultima qualquer coisa de alguém prestes a morrer. Mas, de fato estou. Sempre estou. Sempre! A metáfora da foice da mulher esqueleto de manto negro. Escrevo sobre isso, li sobre isso.  Desespero, angústia, e nada de prazer. Não tenho mais prazer no escrever nem no ler, mas o faço por uma necessidade além do coração, do sangue e da própria mente. Faço-por birra, por vingança e por necessidade. Não acredito mais naquilo que escrevo, mas sigo mentindo a mim mesmo sobre isso. Ainda sonho? Sim, mas não. Sim, mas não aquele sonhar que remete à milagres e coisas gratuitas. Não aquele sonhar da esperança fútil e inútil e também gratuita. Esperança e milagre não são verbetes do meu dicionário. Escrever, escrever, escrever. Essa coisa vagabunda e inútil. Ler, ler, ler. Essa coisa vagabunda e inútil. Há a imagem. Há a fotografia, o filme, propaganda no meio de tudo. Não sou imagem. Apenas a minha própria, a minha própria semelhança. Então escrevo, escrevo, escrevo. Leio, leio, leio. E não leio o que escrevo e não escrevo o que leio. Escrevo o que penso do que leio, escrevo o que penso, escrevo o que sou. E se sou escrevo. Leio por  convulsão e escrevo por inércia. E por mais nada! Ler é a locomotiva, escrever é vagão.. Vago. Mas o trem, sem freios entrou no túnel escuro. Estamos mortos!

20/07/2015

6 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. "These words I write keep me from total madness " diria Bukowski.

    Excelente texto.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado, Priscila. Espero que tenhas recebido a revista.

      Excluir
  4. "These words I write keep me from total madness " diria Bukowski.

    Excelente texto.

    ResponderExcluir

Respeite o Direito do Autor e Não Esqueça de Deixar um Comentário. É Importante o Retorno, o Sentimento do Leitor.