Barata Cichetto: Poeta, Escritor, Webdesigner, Editor
Todos os Textos Publicados Têm Direitos Autorais Registrados no E.D.A.
Reprodução Proibida!

segunda-feira, agosto 03, 2015

Eu Não Direi as Palavras Mais Terríveis Esta Noite

Eu Não Direi as Palavras Mais Terríveis Esta Noite
Barata Cichetto



Eu não direi as palavras mais terríveis esta noite. Piva já disse. E só fiquei sabendo ontem a noite. Um livro caiu da estante. Não, não era do Roberto, mas um livro qualquer, de culinária, sei lá. Decerto um desses livros que a gente tem e nem lembra por que tem. Mas o fato desse livro cair na minha cabeça, por algum motivo me fez lembrar de Roberto Piva, que também era um maldito desgraçado. E como todo maldito desgraçado como eu, gosta de dizer palavras terríveis, principalmente a noite. Confesso: nunca tinha lido o Piva, nunca mesmo. Mas era chato dizer que não, afinal, somos ambos malditos. Mas tudo bem, ele nunca leu Barata Cichetto, que sou eu. Então, não tem desculpas a serem dadas ou pedidas. Portanto, não direi palavras terríveis esta noite. Não direi palavra alguma. Ficarei em silêncio mortal em respeito às palavras mortas. A terrível mortandade de palavras, por censura ou desconhecimento. Palavras fuziladas no paredão da ignorância, por um exército de eunucos, mentes dominadas e deformadas em escolas do crime e faculdades criminosas. Estarei em silêncio esta noite. Talvez finalmente leia algumas outras coisas de Piva, talvez leia alguma coisa de algum poeta morto. E talvez não leia nada. Minha leitura fará silêncio diante de tanta coisa terrível que é escrita. Silêncio em meus olhos, silêncio em minha mente. Somente. E também não escutarei nada no rádio, não verei nada em lugar nenhum. Só há coisas terríveis em todos os lugares. Pessoas terríveis, adultos e crianças terríveis. Então não direi nada, não escreverei ou lerei. Estarei morto hoje a noite. Quem sabe assim leiam minhas palavras terríveis como li as de Piva ontem a noite apenas, depois de quinze anos após sua terrível morte. Sem palavras terríveis hoje a noite, por favor.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Respeite o Direito do Autor e Não Esqueça de Deixar um Comentário. É Importante o Retorno, o Sentimento do Leitor.